🇧🇷 A Guia Naturalista em Campo: as cativantes (e lentas) preguiças-bentinho

Este é um daqueles animais que os visitantes da Pousada Uacari sempre perguntam se é fácil de observar. A resposta é: sim, graças aos nossos guias locais

Uakari Lodge | Mamirauá Reserve | Amazon Brazil

A preguiça-bentinho, Bradypus variegatus, é um daqueles animais que quase todos os turistas que vêm à pousada sabem que ocorre na área e sempre perguntam se é fácil de ver. De fato, o animal não é raro, o desafio é encontrá-lo em meio às figueiras (Ficus spp.) e embaúbas (Cecropia spp.) já que sua camuflagem é realmente muito boa (felizmente o desafio não se estende aos guias locais, que tem uma visão impressionantemente aguçada, quem já nos visitou pode confirmar o que estou dizendo!).

Como estes animais se protegem de seus predadores?

Confundir-se com o ambiente é tão importante para as preguiças porque é a principal defesa que estas têm contra os predadores, que, inclusive, são principalmente a onça-pintada (Panthera onca) e o Gavião-real (Harpia harpyia). Como é de se imaginar, fugir não é uma opção para as preguiças, elas se movimentam muito pouco (na verdade devido à dieta folívora passam quase 80% do dia em repouso!) e quando o fazem parecem estar em câmera lenta. E apesar de possuírem longas garras, estas não tem função de proteção, mas sim de sustentação, e é por causa delas que os animais conseguem ficar pendurados nos galhos das árvores, normalmente de costas para o chão. Aliás, uma adaptação bem curiosa das preguiças é o sentido de nascimento dos pelos, da região ventral em direção as costas, facilitando assim o escoamento da água da chuva pelo corpo.

Uakari Lodge | Mamirauá Reserve | Amazon Brazil

Espero muito que possamos voltar às nossas atividades com segurança em breve pra que eu possa voltar a ver e mostrar esses bichos incríveis em seu ambiente natural. Afinal não são apenas os hóspedes que criam expectativas com avistamentos de vida selvagem, não é raro me ver empolgada durante alguma guiagem, principalmente quando vejo algum animal ou comportamento que ainda não havia visto. Sobre as preguiças, quero muito registrar uma preguiça-bentinho com filhote (os bebês ficam agarrados às mães até os 6 meses de idade) e também quero ver a outra preguiça que ocorre na reserva, a preguiça-real (Choloepus didactylus)! E você que ainda não nos visitou, qual avistamento gostaria muito de ter em Mamirauá? Pros que já vieram, qual foi o encontro mais marcante?

***

Créditos (fotos e texto): Cynthia Lebrão

#amazonas #DesenvolvimentoSustentável #TurismoSustentável #Ecoturismo #ecolodge #Mamirauá #PousadaUacari