🇧🇷 8 fatos sobre COVID-19 e turismo em 2020

Uakari Lodge está aqui para apresentar os fatos sobre o novo coronavírus – e, com isso, mostrar que ainda não há motivo para cancelar seus planos de viagem.

Uakari Lodge | Mamirauá Reserve | Amazon Brazil

O COVID-19 está trazendo desafios sem precedentes para a indústria de viagens e turismo – não poderia ser diferente. É natural que os viajantes tomem todos os cuidados necessários para evitar os riscos da doença e também para seus familiares, amigos e colegas profissionais.

Todos ainda estamos aprendendo a lidar com o COVID-19 e avançamos pouco – as informações estão mudando todos os dias. Portanto, é hora de agir de maneira razoável e seguir os principais fatos antes de tomar qualquer decisão – e isso inclui planos de viagem.

Apresentamos aqui 8 razões, baseadas em conclusões imutáveis ​​em torno do novo coronavírus, para mostrar que é hora de ter cuidado, mas não é o momento para tomar decisões breves devido à pandemia.

  1. SABEMOS O QUE É: existe uma diferença entre esta e outras doenças que levam meses ou até anos para detectar os motivos do problema de saúde. Nesse caso, sabemos que é um novo coronavírus, do grupo 2B, que foi nomeado como COVID-19. Isso significa muito: diferente de outros vírus, a frequência de mutação do COVID-19 é muito baixa, o que conduz a estudos mais rápidos sobre a cura.

  2. SABEMOS COMO DETECTÁ-LO: Desde 13 de janeiro foi disponibilizada, para todo o mundo, a metodologia para a detecção do COVID-19. No mês passado, os exames de prova foram aprimorados e a avaliação demonstra que os exames são aprovados nos parâmetros mais sensíveis e específicos.

  3. A SITUAÇÃO NA CHINA ESTÁ MELHORANDO: As políticas de prevenção, controle e mitigação impostas na China agora estão mostrando resultados positivos. O número de casos confirmados está diminuindo todos os dias na área com o maior número de pacientes registrados.

  4. 80% DOS CASOS É CONSIDERADA ‘LEVE’: a doença traz sintomas muito leves na grande maioria dos casos. Em 14% dos casos, pode levar a pneumonia; 5% dos quais podem ser considerados “críticos” e, em uma taxa muito mais baixa, podem ser considerados mortais.

  5. A CURA CORRESPONDE A GRANDE MAIORIA DOS CASOS: os únicos dados que você vê na mídia são sobre o aumento de casos confirmados e o número de mortes. Mas a maioria das pessoas com COVID-19 é curada naturalmente. Há 13 vezes mais pessoas sendo curadas do que o número de mortes, e essa proporção tem aumentado.

  6. (QUASE) NÃO AFETA CRIANÇAS E ADOLESCENTES: Apenas em 3% dos casos ocorrem em pessoas com menos de 20 anos de idade, e a mortalidade entre eles é de cerca de 0,2%. Nas crianças, os sintomas são tão leves que podem não ser percebidos.

  7. O VÍRUS FICA INATIVO MUITO FACILMENTE: Pode ser neutralizado em superfícies em 1 minuto com álcool, álcool gel ou água oxigenada. Lavar as mãos com sabão comum frequentemente é a maneira mais eficiente de evitar a contaminação.

  8. EXISTEM MAIS DE 150 ARTIGOS CIENTÍFICOS PUBLICADOS E MAIS DE 80 EM CURSO: Esses estudos trazem informações sobre medicamentos empregados em outras contaminações como HIV, ebola ou malária que estão sendo testados e que a ciência sabe que são seguros. Isso faz com que um medicamento final chegue mais rápido e seja disponibilizado ao público. Pouco mais de um mês após o primeiro caso detectado, foram concluídos estudos comparando o COVID-19 e outros vírus o suficiente para conduzir os estudos atuais sobre a cura.

***

Informações: Asociación Ciclo Positivo, Argentina 

Créditos: Gui Gomes 

#AdventureTravel #amazon #TurismoResponsável #DesenvolvimentoSustentável #TurismoSustentável #PousadaUacari #Turismodeaventura